Empregos‎ > ‎

Empregos por tipo de vínculo

Funcionários permanentes

Os funcionários permanentes dividem-se em administradores e assistentes.
Administradores (AD): Os administradores procedem à elaboração de políticas, controlam a aplicação da legislação europeia e exercem actividades de análise e assessoria. Regra geral, para participar num concurso para administradores deve ter concluído um curso universitário de, pelo menos, três anos.
Assistentes (AST): Os assistentes desempenham habitualmente tarefas de apoio e têm um papel muito importante na gestão interna das instituições. Regra geral, para participar num concurso para assistentes deve ter concluído, pelo menos, o ensino secundário.

Agentes temporários

Os agentes temporários são contratados para desempenhar uma grande variedade de tarefas, em geral análogas às dos funcionários. A sua contratação está contudo dependente das necessidades temporárias da Comissão e da situação em termos do preenchimento de vagas.
 

Agentes contratuais

Os agentes contratuais são contratados para exercer tarefas específicas. Dependendo das situações, os contratos podem ser de longo prazo, com contratos iniciais válidos por um período máximo de cinco anos, renováveis no máximo por cinco anos e que pode ser convertido num contrato a termo incerto, ou de curto prazo com base em contratos que, acumulados, não podem ultrapassar os 3 anos. A duração mínima do contrato é de três meses.
 

Especialistas

Os especialistas são peritos independentes a quem as instituições e agências recorrem nas suas áreas específicas. A UE mantém bancos de dados com os nomes e qualificações dos peritos independentes que se candidatam, criando e mantendo o seu perfil protegido por senha própria com informações sobre experiência de trabalho, educação e das competências.
 

Destacamento para funcionários públicos

Os peritos nacionais destacados (PND) são habitualmente funcionários da administração pública nacional, regional ou local no país de origem, destacados por um determinado período para uma instituição europeia com o objectivo de partilharem a sua experiência e adquirir conhecimentos sobre políticas e procedimentos da UE. São seleccionados através de um procedimento específico através da Representação Permanente do seu país junto da UE. No caso de Portugal através da Representação Permanente de Portugal na União Europeia  em colaboração com a Direção Geral dos Assuntos Europeus. 

Para saber quais as candidaturas a decorrer e outras informações consulte a página: Peritos Nacionais Destacados.