Empregos‎ > ‎

Como concorrer

Recrutamento para a União Europeia

Existem dois tipos de concurso de recrutamento para os organismos da União Europeia, concursos para funcionários permanentes (carreira geral) e concursos para funcionários não permanentes (agentes temporários, agentes contratuais, peritos nacionais destacados e especialistas).

Como concorrer, passo a passo

A)     Carreira geral

Pode concorrer a lugares permanentes para as Instituições da União Europeia através dos concursos gerais de acesso, cujo processo de recrutamento está a cargo do EPSO - Serviço Europeu de Seleção de Pessoal.

São organizados concursos anuais para recrutamento em três ciclos, destinados às várias categorias, que serão complementados por concursos individuais para especialistas.

A avaliação será feita com base nas competências dos candidatos e não com base nos conhecimentos como anteriormente acontecia. O processo será constituído unicamente por duas fases – uma fase de testes de pré‑selecção realizados por computador nos diferentes países da UE e uma fase de avaliação que terá lugar em Bruxelas. O novo ciclo demorará entre 5 e 9 meses, em vez de durar até 2 anos, como acontecia com o procedimento anterior.

1ª Fase (pré-seleção)

Esta fase é decisiva para passar à fase seguinte, por isso, verifique cuidadosamente se preenche as condições de inscrição e admissão, seja claro e preciso tendo em consideração que os concursos se dirigem a candidatos fortemente motivados para o desenvolvimento de uma carreira cheia de desafios; com uma boa capacidade analítica, organizacional e de comunicação; que desejem marcar a diferença e contribuir para o projeto de construção europeia e com capacidade para trabalhar numa equipa pluricultural. Para uma candidatura mais eficaz consulte a seção Preparação e formação.
  1. Esteja atento à publicação do anúncio;
  2. Leia atentamente o anúncio e as Disposições gerais aplicáveis aos concursos gerais;
  3. Registe-se no sítio EPSO para criar a sua conta (só pode ter uma conta);
  4. Preencha o formulário de candidatura seguindo os procedimentos recomendados;
  5. Confirme e valide a sua inscrição por via eletrónica no prazo requerido;
  6. Prepare o dossiê de candidatura completo. Este dossiê inclui uma cópia do seu formulário de candidatura assinado, bem como todos os documentos comprovativos necessários. Salvo indicação em contrário, no anúncio do concurso, este dossiê só deve ser apresentado numa fase posterior se pedido pela EPSO. Pode ser solicitado expressamente aos candidatos convidados para o Centro de Avaliação que tragam o seu dossiê completo no dia das suas provas (consulte a pág. 8 das Disposições gerais aplicáveis aos concursos gerais) ;
  7. Aguarde, consultando com regularidade o sítio EPSO. Em qualquer altura pode ser contactado para marcar a hora das suas provas;
  8. Faça os testes interativos que lhe são propostos (Estes testes são questionários de escolha múltipla efetuados por computador, em centros especializados neste tipo de testes, feitos na língua materna). Estas provas de admissão são constituídas por testes que avaliam: capacidades cognitivas (raciocínio, verbal, numérico e abstrato) e a capacidade de avaliar situações, são ainda analisadas as competências profissionais e as competências linguísticas.

2ª Fase (avaliação)

Se tiver sido um dos selecionados na primeira fase será convidado a prosseguir a sua candidatura, em Bruxelas. Esta etapa poderá implicar meio dia ou um dia inteiro de provas, dependendo do tipo de concurso. A avaliação decorrerá na segunda língua do candidato (alemão, francês ou inglês), excepto para os perfis que exigem competências linguísticas específicas.

Em função do tipo de concurso, as provas de avaliação deverão combinar os seguintes elementos:

Administradores

  • análise de casos práticos relacionados com o domínio em que o candidato se inscreveu;
  • exercício de grupo;
  • apresentação oral;
  • entrevista estruturada.
Linguístas

A avaliação dos linguistas centrar-se-á nas competências essenciais, através de:
  • provas práticas sobre os conhecimentos de línguas;
  • exercício de grupo;
  • apresentação oral;
  • entrevista estruturada.
Assistentes
  • provas práticas para avaliar as competências profissionais;
  • exercício de gestão de mensagens recebidas por correio electrónico (simulação de uma situação de trabalho);
  • entrevista estruturada.
Perfis específicos
  • análise pormenorizada de casos práticos no domínio relevante;
  • entrevista estruturada;
  • testes de raciocínio verbal, numérico e abstracto;
  • exercício de grupo.
Breve descrição das provas de analise de competências:
  1. Estudo de caso: prova escrita com base num cenário relativo à UE, que lhe apresenta diferentes problemas a resolver ou em relação aos quais deve reagir, baseando-se unicamente no material disponível;
  2. Exercícios sobre as competências específicas;
  3. Apresentação oral: prova individual de análise e de apresentação no decurso da qual lhe é solicitado que elabore uma proposta sobre um problema fictício ligado a uma situação profissional. Após a análise da documentação que lhe é entregue, deve apresentar as suas ideias a um público restrito;
  4. Entrevista(s) estruturada(s): exercício individual com o objetivo de recolher, de modo estruturado, informações pertinentes sobre as suas competências gerais (e/ou específicas no quadro dos concursos especializados), com ênfase na sua experiência em situações com que se deparou no passado;
  5. Exercício de grupo: após ter tratado individualmente um certo número de informações, terá lugar uma reunião de todos os participantes para discutirem em conjunto os seus resultados e chegar a uma decisão coletiva;
  6. Caixa do correio: prova no computador. Deve responder a uma série de perguntas. A documentação de que precisa encontra-se numa caixa e-mail, na qual encontrará todas as informações pertinentes;
  7. Provas práticas de línguas.

Os candidatos aprovados receberão um «passaporte de competências» com os resultados obtidos no centro de avaliação, que será enviado às instituições a fim de facilitar o processo de recrutamento. Os candidatos aprovados passam a figurar numa lista de reserva válida durante um ano.

Deve ter em consideração que toda a correspondência entre a EPSO (entidade de recrutamento) e o candidato será redigida unicamente em alemão, francês ou inglês.

Para ajudar os candidatos portugueses à candidatura de Administrador, a Direção Geral dos Assuntos Europeus/Centro de Informação Europeia Jacques Delors, poderá realizar ações de formação de caráter prático para uma melhor preparação para os concursos (consulte neste sítio a página Preparação e Formação.

B)      Outros concursos

O EPSO abre regularmente outros concursos para funcionários temporários, agentes contratuais (CAST) que se processam de um modo semelhante ao dos concursos gerais. 

Podem ainda abrir outros concursos cujo anúncio e recrutamento é feito directamente por cada um dos organismos da UE e cuja candidatura e processo de seleção e de avaliação são varáveis, pelo que deve ter em consideração os requisitos e processo de seleção mencionados no anúncio (consulte as candidaturas a decorrer).

 

Próximos concursos para a carreira geral

As inscrições para os concursos de seleção para funcionários permanentes das instituições europeias têm lugar todos os anos no mesmo período:
  • Administradores: Primavera
  • Tradutores/Intérpretes: Verão
  • Assistentes: Inverno
Os concursos para Especialistas são publicados com carácter não regular de acordo com as necessidades das instituições europeias.

Para os concursos acima mencionados e também para agentes temporários, agentes contratuais e peritos, pode ainda consultar regularmente o sítio Trabalhar na União Europeia ou enviar-nos um e-mail para fazer parte das nossas mailing lists e passar a receber toda a informação disponível.